Translate, traduzir

Pecados e virtudes V



Muitas igrejas e religiões, embora sejam apresentadas como santas para a sociedade, estão carregadas de pecados. Multidões estão lá, entre quatro paredes, cometendo muitos erros, porque lhes faltam conhecimentos. Mas muitos, principalmente líderes, sabem a verdade, mas preferem ficar calados. Preferem desobedecer à verdade, decidem omiti-la, pois ela, a verdade, pode afastar as pessoas de seus redis. Muitos não são semeadores da verdade, mas são proselitistas ou marqueteiros, procurando muitos adeptos e clientes. Por isso, falam e fazem apenas aquilo que possa atrair muitas pessoas para as suas instituições e negócios. Muitos estão pregando o evangelho do reino... de homens.

Vimos que os nossos erros ou pecados podem ser classificados em nove grupos. Eles podem também ser divididos em três tipos:

Tipos de erros:

·         Erros de ignorância ou por falta de conhecimentos.
·         Erros de desobediência ou transgressões.
·         Erros de omissão ou por falta de boas atitudes.


clip_image002
Descrição: Consumismo. Data: agosto 2012. Autor: Maralvestos. Licença CC BY-SA.

Erros de ignorância. A ignorância nos faz errar. Nesse caso, erramos, não porque queremos, mas por causa da falta de conhecimento da verdade, por descuido ou por desatenção. Nossas falhas, nesse sentido, podem também ser chamadas de erros culposos. Temos culpa nos erros cometidos, mas não tivemos a intenção de cometê-los. Exemplos: muitas pessoas estão consumindo demais, ou melhor, estão desperdiçando e não sabem que estão contribuindo com a devastação da Terra. Não percebem que o planeta está agonizando. Muitos estão se alimentando de qualquer coisa, porque não sabem quais são os alimentos que realmente são bons para a saúde do corpo. Muitos ficam endividados, porque não sabem fazer um controle financeiro. Muitos estão cometendo muitos erros nas igrejas e religiões porque são iludidos com a mentira.


clip_image004
Descrição: Ultrapassagem proibida. Data: agosto 2012. Autor: Maralvestos. Licença CC BY-SA.

Erros de desobediência. Quando conhecemos a verdade, sabemos dos riscos e mesmo assim agimos, então, estamos cometendo desobediência, ou seja: não estamos nem ai por causa dos resultados. Estamos assumindo os riscos. Nossas falhas nesse sentido podem ainda ser chamadas de erros dolosos. Temos culpa nos erros cometidos e fizemos isso de propósito ou intencionalmente. Exemplo: quando alguém ultrapassa o veículo em local perigoso, mesmo depois de ver uma placa de regulamentação e uma faixa contínua. A pessoa sabe que poderá causar um acidente, entretanto, vai em frente. Outro exemplo: Muitos sabem que a droga causa dependência, doenças físicas e mentais e muitos outros males, mas procuram usá-la mesmo assim. Muitos, nas igrejas e religiões, principalmente líderes, sabem que estão errados, mas preferem manter o erro por conveniência.


clip_image006 
Descrição: Omissão. Data: julho/2014. Autor: Maralvestos. Licença CC BY-SA.

Erros de omissão. Quando podemos fazer alguma coisa para evitar problemas, para ajudar e não fazemos, estamos nos omitindo. Nossos pecados, nesse sentido, podem ser chamados de erros de omissão. Temos culpa porque não ajudamos a evitar problemas. “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tiago 4.17, RC.) [1] Exemplos: Vejo uma pessoa se afogando e apenas fico olhando de braços cruzados. Tenho condições de ajudar um necessitado e não o ajudo. Posso passar essa mensagem para outras pessoas, mas não faço nada. Muitas coisas erradas nas igrejas e religiões poderiam ser sanadas se muitos não se omitissem.

Resumindo: erramos quando não temos conhecimento suficiente, quando desobedecemos a certos conhecimentos ou quando nos omitimos de fazer o que é certo.

Não conheça instituições religiosas e eclesiásticas: conheça a verdade. Não obedeça a líderes religiosos: obedeça a verdade. Não se omita para agradar os seus líderes e instituições religiosas: diga e siga a verdade. Em todas as áreas de sua vida: área mental, fisiológica, ambiental, tecnológica, social, comercial, recreativa, sexual, conjugal e religiosa, procure saber a verdade, obedeça ao que é verdadeiro e não seja omisso.

Continuaremos no próximo post.

Autor: Maralvestos Tovesmar. Este texto está disponível nos termos da licença CC BY-NC-ND. Pode ser copiado e distribuído, juntamente com essa informação final, mas não pode ser modificado e nem comercializado. Data: 2014. Veja outras mensagens em http://livresdosfardosreligiosos.blogspot.com.br